27.10.12

Sobre as combinações de fios e as vidas (s)em cores

Cloto* tece meu fio da vida em linhas banhadas de cores
segura o fuso e fia, cuidando da vida de deuses e humanos
durante todos os muitos movimentos terrestres
em seu aposento celeste, intocável
ao lado de suas outras duas irmãs, fúnebres

Eu passei minha vida metamorfoseando tais cores
corpoalmacoraçãoemente
Meu eu de agora não se reconhece em meu eu de alguns poucos anos atrás
eu não sei explicar se isso é bom
mas me sinto em paz durante quase todo o tempo

Láquesis* sorteia minha passagem em vida
puxa e enrola o fio que Cloto lhe oferece sem sorrir
A Roda da Fortuna gira e gira feito a roda-gigante verde da praça
acho que agora estou no período inferior
menos desejável
ou talvez eu só esteja olhando as coisas de cabeça pra baixo
e ainda não percebi


Em que momento de tantas estradas,
sorrisos, sangue, suor e letras
meu fio enroscou em tantos outros fios?
E por quê?


Sinto que Átropos* afastou o pequeno nó
que eu deixei formar na minha linha
com outros fios
E, sem tirar a vida de nós, afastou-os enquanto eu lacrimejava

Mas algum nó em minha mente permanece...



Ontem conversei com um Leão vermelho e o que ele me disse ecoou em sonhos
"Não gaste essa tua energia tão linda com esses pensamentos, menina
o que as pessoas fazem às vezes é muito pequeno diante de tudo do mundo


Nós estamos no caminho
e tu és luz"





*Moiras, mitologia grega - três mulheres responsáveis por fabricar, tecer e cortar o fio da vida de todos os seres.

1.10.12

6:59 AM - Shane Koyczan

eu tenho dito
que as pessoas no exército
fazem mais às 7 am
do que eu
em um dia inteiro

mas se eu acordar
às 6:59 am
e ir até você
para traçar a linha dos seus lábios
com os meus
eu terei feito o suficiente
e não terei matado ninguém
no processo.